Home > Notícias > Mais Notícias > Flavio visita CAPsad Centra Rio

Flavio visita CAPsad Centra Rio

Flavio Serafini (PSOL_RJ) visitou nesta sexta-feira (dia 01/09), o CPAsad Centra Rio para conversar com usuários e a direção. O Centra Rio era um ambulatório para pessoas que faziam uso prejudicial de álcool e drogas, e foi habilitado como CAPSad em 2006. No estado inteiro é o único CAPS de gestão estadual, servindo de referência para todo o estado. De uns anos pra cá se tem feito um trabalho maior de territorialização e matriciamento junto à Saúde da Família implicando os municípios de origem e áreas além da 2.1 (Botafogo-Rocinha). O Centra Rio é o único equipamento da RAPS nessa região.

Entretanto, há 2 anos o CAPS é atingido pela crise do Estado: ruptura de contratos, muitos terceirizados (equipe de apoio: limpeza, auxiliares administrativos e vigilantes). O que é público é o prédio e toda a equipe técnica (entre servidores concursados e fundacionistas) – ponto positivo.

Há 3 meses que o CAPS não fornece alimentação. A Home Bread, empresa que era responsável pelo fornecimento, não recebeu os repasses estaduais. Para a modalidade CAPSad II, o Ministério da Saúde é obrigado, por portaria, a repassar 32 ou 33 mil por mês pra custeio. O Estado não está repassando.

Os auxiliares administrativos estão com salários atrasados e o contrato está por findar. Terá que ser aberta uma nova licitação e haverá um gap. Ano passado trabalharam 4 meses sem receber. Funcionários da limpeza e vigilantes também estão a meses sem receber, sustentando forças pelo laço com o serviço. Verba para manutenção não tem há muito tempo: ar condicionados quebrados. Não há reposição nem material para oficina. Faltam insumos básicos.

Diante da situação, foi reduzido o horário de funcionamento para até as 13h por falta de alimentação, vigilância e medicação. Estão conseguindo construir uma clientela estável. Àqueles casos mais graves não se consegue dar tratamento por escassez de recurso. Não há encaminhamento para essas situações. Fora isso, a retaguarda é a emergência do Pinel, que também está comprometida.