Home > Notícias > Direito à Cidade > Conferência das Cidades em Niterói

Conferência das Cidades em Niterói

A sexta edição da Conferência das Cidades em Niterói teve presença massiva dos moradores do Conjunto Habitacional Zilda Arns, no bairro do Fonseca. Trata-se de moradores que perderam suas casas nas chuvas de abril de 2010. Seis anos depois, os habitantes dali –  inclusive do Morro do Bumba, onde houve a maior tragédia – não têm ainda o Direito à Moradia assegurado. Isso porque os prédios dos conjunto apresentam graves problemas estruturais.

 

Na conferência, houve também moções de apoio às famílias da Aldeia Imbuhy, em Jurujuba, e da Praia do Sossego, em Cambuinhas, que sofrem um absurdo processo de remoção. Entre as resoluções visando à Conferência Estadual, propôs-se a tarifa social na barca de Charitas. A convocação para a Conferência das Cidades foi uma iniciativa da sociedade civil. A prefeitura de Niterói se juntou à organização depois da própria convocação.

 

“A Conferência foi um momento muito importante para discussão de pontos que serão tocados na revisão do Plano Diretor, que absurdamente  não puderam ser debatidos antes, já que  processo do plano diretor não está sendo efetivamente participativo, como determina o Estatuto da Cidade”, afirmou o deputado Flavio Serafini.