Home > Notícias > Justiça Socio Ambiental > Obra contestada impede a pesca e emeaça espécieis de peixes

Obra contestada impede a pesca e emeaça espécieis de peixes

Uma obra mais do que contestada realizada no Canal de São Francisco pela AEDIN – Associação das Empresas do Distrito Industrial de Santa Cruz e Adjacências – para evitar a salinização da água captada pelas empresas para utilização industrial vem causando sérios problemas para os pescadores da região, que já realizaram diversos protestos no local. Além de tornar a navegabilidade muito difícil através do soleira submersa, dificultando para que os barcos dos pescadores cheguem até a Baía de Sepetiba, a soleira pode estar causando problemas na reprodução de algumas espécies de peixes.aedin

Em setembro de 2015, o mandato estadual Flavio Serafini (PSOL/RJ) protocolou no Ministério Público uma denúncia alertando sobre os impactos já causados pela barragem aos pescadores artesanais e ao ecossistema do entorno, bem como sobre o risco de inundações – como aconteceu durante as chuvas de início de ano, prejudicando aos pescadores, não às empresas. A denúncia foi aceita e o inquérito civil corre atualmente sob responsabilidade do GAEMA – Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente – que já expediu ofícios ao INEA e às empresas do pólo industrial questionando acerca da autorização ambiental da barragem, apontando para a ausência de estudos prévios de impacto (Inquérito Civil MA n. 8432).