Home > Notícias > Direito à Cidade > Ouvidos atentos ao Sul fluminense

Ouvidos atentos ao Sul fluminense

Circuito de lutas se reúne com moradores para ouvir as pautas das cidades da região

ouvidosatentosaosulfluminenseMais uma edição do Circuito de Lutas – visitas a territórios com processos de resistência popular de diferentes regiões do Estado do Rio de Janeiro – foi realizada no dia 16 de maio. Desta vez, a parada foi em Volta Redonda, no Sul fluminense. Com mais de 20 pessoas, o encontro contou com professores, estudantes, representantes de movimentos sociais e agentes do Degase de diversos municípios da região Sul do estado.

Entre as pautas discutidas estavam a necessidade de legislação contra a violência policial e de proteção às crianças e jovens internos no Degase e em abrigos da cidade; fiscalização das delegacias a partir de denúncias da “salinha”, um local reconhecido por denúncias de tortura e uma maior atenção ao atendimento das delegacias especializadas de atendimento à mulher (Deam).

No campo da educação e juventude, foram levantados os casos de adoecimento dos profissionais de educação e a falta de ensino superior nas cidades da região. No que tange à justiça socioambiental, a privatização da água em Itatiaia foi relatada, assim como o crescimento industrial desordenado na região, principalmente ao longo da via Dutra, a privatização da floresta da Cicuta em Volta Redonda e Barra Mansa, entre outras pautas. Todas as demandas serão encaminhadas pelo mandato.

No mesmo dia, no município de Barra Mansa, aconteceu o lançamento da campanha do “Tapa Trem”, que tem como intuito mobilizar a população e os deputados da Alerj para apoiarem e votarem no projeto que dispõe sobre a obrigadoriedade da cobertura por lona dos vagões d os trens de carga que passam pelas regiões do Sul fluminense.

Para participar, acesse aqui.