Home > Notícias > Justiça Socio Ambiental > Comissão da Baía de Guanabara rumo à aprovação

Comissão da Baía de Guanabara rumo à aprovação

Situação ambiental dramática e aumento da mobilização aceleram tramitação da proposta

comissaodabaiadeguanabaraEsta semana recebemos uma boa notícia sobre a Comissão Especial da Baía de Guanabara. O deputado estadual Flavio Serafini levou atletas como Isabel Swan, medalhista olímpica na vela, Alessandro Zelesco, da Federação de Remo do Rio de Janeiro, Helio Valente e Douglas Moura, represetantes de Clubes de Canoa Havaiana à sala do presidente da Alerj, a fim de convencê-lo sobre a necessidade da criação da comissão.

O presidente da Alerj decidiu levar a Comissão à votação na próxima terça-feira, dia 26, e apoiá-la. A Comissão tem grande poder de fiscalização e tem como prazo de atuação 120 dias, prorrogáveis por mais 90 dias. A ideia é não deixar mais o tema da despoluição da Baía de Guanabara morrer, literalmente, na praia.

Só pra se ter uma ideia do atraso nas ações, o antigo Programa de Despoluição da Baía de Guanabara (PDBG) indicava despoluir a Baía em três fases, mas não passou da primeira. Para Serafini, a discussão da Baía deve transcender os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio.

A questão vai tão além que 15 municípios estão envolvidos, já que por eles passam rios que deságuam na Baía. Como essas cidades têm graves problemas de saneamento, a poluição no mais belo espelho d´água do país é algo que demanda um grande trabalho em conjunto. A Comissão terá grande atenção aos usos da Baía. Assim, marisqueiros, pescadores e catadores de carangueiros vão ser ouvidos em suas demandas, assim como pesquisadores que se dedicam ao tema.