Home > Notícias > Educação e Juventude > Pela manutenção do perfildo CAP-Uerj

Pela manutenção do perfildo CAP-Uerj

Comissão de Educação vai à instituição e ouve professores, pais e alunos

 

cap-uerjNo dia primeiro de abril, a Comissão de Educação foi ao CAP-Uerj conversar com a direção, alunos, pais e professores. A conclusão da reunião foi a de que de que a reitoria da UERJ quer, fechando-se ao diálogo, mudar o perfil acadêmico de uma instituição de excelência. E faz isso deixando o CAP-Uerj sem aulas, violando o direito à educação.

Ficou programado, então, um encontro com a Comissão Permanente de Carga Horária e Avaliação Docente (Copad) da Uerj e, a continuar com o impasse a a indisposição ao diálogo, convocar o reitor a vir prestar esclarecimentos na ALERJ. “Encaminharemos à reitoria ainda requerimentos de informação sobre o atraso de pagamentos de recursos para quem integra a política de cotas e sobre a nota divulgada pelo governo do Estado, na qual a Uerj responsabiliza a diretoria do CAP-Uerj pelo atraso do início das aulas, o que nós confirmamos ser algo completamente descabido na reunião de hoje, em que ficou novamente claro o caráter autoritário da reitoria da Uerj”, disse o deputado Flavio Serafini (PSOL), que presidiu a Comissão do CAP-Uerj.

No mesmo dia, o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (SEPE-RJ) fez uma aula pública na escadaria da Alerj, ressaltando os investimentos em educação em tempos de cortes de verbas para um segmento tão importante, que perdeu em 2015 R$ 547 milhões, num momento em que a juventude é posta em risco com a discussão do aumento da maioridade penal no Congresso Nacional. “Queremos a juventude nos bancos das escolas, não do banco dos réus”, disse Serafini.