Home > Notícias > Mais Notícias > Saúde Mental de Niterói pede socorro

Saúde Mental de Niterói pede socorro

saudemental

Trabalhadores vão às ruas por formalização do vínculo e melhores condições de trabalho 

Cerca de 200 trabalhadores da rede de saúde mental de Niterói, usuários e familiares fizeram uma manifestação em frente à sede da prefeitura, no Centro, na manhã desta quarta-feira. Entre as reivindicações, estavam a melhoria das condições de atendimento, a formalização dos trabalhadores, a falta de medicamentos e insumos básicos, segurança e a expansão do transporte para pacientes. Outra pauta de extrema importância são os baixos salários e a formalização do vínculo, já que a maior parte dos trabalhadores recebem por meio de Recibo de Pagamento Autônomo (RPA). Segundo denúncias dos manifestantes, o pagamento também está atrasado desde dezembro.

“A área de saúde mental é extremamente importante para a sociedade. O desmonte desta área vem acontecendo a passos largos nestes últimos dois anos na cidade de Niterói, com a falta de valorização dos trabalhadores e com o descaso em relação à estrutura de trabalho, além disso os serviços estão cada vez mais privatizados. Um dos pontos mais graves é o retrocesso que esta área vem passando, com, inclusive, uma retomada de uma lógica manicomial. É preciso valorizar esta área fundamental e recuperar os ideias da reforma psiquiátrica. Precisamos constantemente lutar por uma vida sem manicômios”, afirmou Flavio Serafini, que participou do ato.