Home > Notícias > Mais Notícias > Explique-se, Rodrigo Neves

Explique-se, Rodrigo Neves

Parlamentares do PSOL entram com uma representação no MP para cobrar apurações sobre relações do prefeito de Niterói e o executivo Ricardo Pessoa, envolvido na Lava Jato.

serafiniefreixo

Nesta segunda-feira, dia 2 de fevereiro, o deputado estadual Flavio Serafini (PSOL/RJ) junto ao deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL/RJ) e os vereadores de Niterói Henrique Vieira, Paulo Eduardo Gomes e Renatinho (PSOL/RJ) apresentaram uma representação ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro com a finalidade de cobrar a apuração dos fatos publicados pelo jornal O Estado de São Paulo e O Globo na última semana relacionados ao prefeito Rodrigo Neves (PT/RJ) e o sócio-proprietário da UTC/Constran Engenharia Ricardo Pessoa, um dos principais envolvidos na operação Lava Jato. Na matéria do jornal, Rodrigo aparece em uma ligação grampeada falando com o empresário sobre a construção da complementação da Transoceânica, principal projeto de reestruturação urbana da cidade, que ligará 11 bairros.

 

“O prefeito confundiu de forma perigosa a distinção entre público e privado. Não é natural que o maior financiador de campanhas eleitorais do prefeito, ganhe uma licitação sob o regime diferenciado de contratação (RDC) e depois receba um telefonema do próprio prefeito com a notícia da liberação dos recursos e um convite para um almoço fora da prefeitura. Vamos cobrar apuração e acompanhar este caso até o fim”, informou o deputado estadual Flavio Serafini.

 

A UTC/ Constran Engenharia é uma das empreiteiras responsáveis pela execução dos maiores projetos urbanísticos e obras de mobilidade urbana do município de Niterói. A empresa financiou as campanhas de Rodrigo Neves de vereador, deputado estadual e prefeito, totalizando R$ 2,27 milhões.