Home > Notícias > Mais Notícias > Solidariedade ao amigo e advogado Thiago Melo

Solidariedade ao amigo e advogado Thiago Melo

“Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito”

Hoje vejo nos jornais que meu amigo Thiago Melo teve seu telefone grampeado pela polícia civil do Rio de Janeiro. Isso é um grave atentado contra a democracia e o Estado de Direito. Não há nenhuma acusação formal contra ele, ele simplesmente é um advogado que participou da defesa de alguns manifestantes presos pela polícia. O grampo ao telefone de um advogado motivado pelo exercício de sua função é uma quebra da prerrogativa do sigilo na relação entre advogados e clientes, princípio fundamental para o acesso à justiça e o direito à defesa, sem os quais não existe democracia.

thiago-melo

Desde as manifestações que levaram milhões às ruas em junho de 2013, temos assistido a uma série de arbitrariedades por parte da polícia e do poder judiciário do Rio de Janeiro. Primeiro foi a violência policial indiscriminada, que alimentou ainda mais as manifestações. Depois vieram as prisões sem acusação fundamentada e sem direito a defesa, a infiltração de agitadores nas passeatas, o forjamento de acusações (muitas desmascaras depois por imagens que circularam nas redes), cerco a manifestações pacíficas, dentre outros.

Desde a realização da Copa do Mundo pra cá, a situação se agravou. Em nome da defesa dos interesses das empreiteiras, da FIFA, e dos governos, constitui-se um esquema de repressão inimaginável. Agora se iniciou a perseguição a advogados, que nada mais é que a perseguição ao princípio do direito à defesa de qualquer ser humano tem. No ano que completamos 50 anos do golpe civil-militar no Brasil, vemos que as classes dominantes continuam temendo a força do povo nas ruas e não hesitam em responder as lutas por direitos com o sacrifício da frágil democracia na qual vivemos.

Chegamos a tal ponto de absurdo que a OAB-RJ em conjunto com diversas organizações teve que convocar para ontem um ato em defesa da democracia e do Estado de Direito. Centenas estiveram reunidos. À noite, mais centenas se manifestaram pacificamente no Centro da cidade contra estes atos arbitrários.

Amigo Thiago, não se deixe intimidar! Esta ação é orquestrada por aqueles que se associavam ao bicheiro Carlinhos Cachoeira e que beneficiaram suas Empreiteiras em diversas obras públicas. Esta ação é orquestrada por aqueles que se refastelaram em Paris com patéticos guardanapos na cabeça às custas do dinheiro público. Por aqueles que removeram 20 mil casas no Rio de Janeiro para favorecer a especulação imobiliária. Por aqueles que estão por trás da política que matou Amarildo, Cláudia, Paulo Roberto e tantos outros.
Hoje eles te atacam porque você com o exercício da advocacia e com sua militância tem ajudado a desmascará-los. Te conheço há quinze anos. Já moramos juntos, já pude contar com sua amizade em muitos momentos e já tive a oportunidade de me divertir com você inúmeras vezes. Principalmente já estivemos juntos em muitas lutas. Não se deixe intimidar, pois estamos juntos! O ataque que te fazem é um ataque à democracia e aos movimentos sociais.